terça-feira, 3 de maio de 2016

Plano de Ação Biblioteca 2016























GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO - SEDUC

SISTEMA ESTADUAL DE BIBLIOTECAS ESCOLARES - SIEBE

UNIDADE SEDUC NA ESCOLA – USE 10

E.E.E.F.M. SUBOFICIAL EDVALDO BRANDÃO DE JESUS

BIBLIOTECA ESCOLAR PROFESSORA MARIA DO ESPÍRITO SANTO



“Biblioteca:

Uma viagem ao mundo mágico das palavras”

VERSÃO 2016

























                                 ESTRATÉGIAS DE AÇÃO ANUAL DA BIBLIOTECA PROFª MARIA DO ESPÍRITO SANTO

Ano 2016 – 1º turno





Proponente:

Profª:Rosália Souza de Oliveira















MARÇO/2016







1. APRESENTAÇÃO

Este projeto, vinculado ao PPP da escola da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Suboficial Edvaldo Brandão de Jesus é um planejamento anual que apresenta propostas de motivação da leitura e produção textual, além de orientações para a pesquisa para o ano letivo de 2016 a ser desenvolvido no espaço pedagógico denominado biblioteca Profª Maria do Espírito Santo.

Sua configuração está dividida em cinco partes, como no ano de 2015. Estas partes sofreram reformulação para se adequar ao presente ano letivo e ficaram assim descritos no item nº 4: 1.Apresentação das ações e informes da biblioteca; 2. Ações de motivação de leitura livre, pesquisa e raciocínio lógico; 3. Oficinas de Produção Textual; 4. Luz, câmera, ação e 5. Outras atividades complementares e ocasionais.

Cada uma das partes, subdivide-se em ações ou subprojetos para serem trabalhados pela biblioteca especificamente ou em conjunto com professores das diversas disciplinas lotados na escola.

Esperamos fazer um bom trabalho, vinculado aos projetos da escola e propostos pela direção e coordenação pedagógica, associando nosso fazer pedagógico sempre em função de uma melhoria da proficiência da leitura de nossos alunos, mesmo daqueles que não possuem o saudável hábito de ler, fazendo com que cada aluno encontre, através dos livros, algo que possa ser de seu interesse pessoal e que possa ajudar a transformar sua realidade de estudante, sempre para uma situação melhor.

Por isso, o trabalho desta biblioteca, que é um dos locais da escola onde o aluno pode experimentar o prazer da leitura e descobrir seu gosto pela literatura, é trabalhar  a variação de gêneros nas oficinas de leitura e produção textual, a abertura de fóruns de leitura através dos meios digitais, a certificação pela participação, a premiação para alunos que se destacam no aspecto da leitura, a orientação na organização dos elementos de uma pesquisa bem feita entre outras ações de motivação, para proporcionar que cada um dos estudantes possam encontrar dentro deles mesmos o interesse por um estilo favorito, ou, quem sabe, estilos variados, mesmo que tardiamente, com os alunos de maior idade, porque nunca é tarde para começar a gostar de ler.







2. JUSTIFICATIVA

Este projeto utiliza a proposta teórica do interacionismo sócio-discursivo para propor um trabalho didático de leitura e escrita que faz uso de diferentes gêneros textuais. De acordo com esta teoria as práticas de linguagem são sempre materializadas por meio dos gêneros. Ele é visto como um instrumento de comunicação e como uma ferramenta de ensino aprendizagem de língua.

Nessa perspectiva a língua é entendida como um fenômeno social e ideológico e não apenas um sistema linguístico dissociado de seus elementos contextuais. Essa concepção de língua implica em uma mudança na forma que o estudo de língua vem sendo ensinado nas escolas. Pois, considerar a língua apenas como um sistema de signos não desenvolve a capacidade linguística dos alunos.

Portanto, o projeto surge da necessidade de se ampliar os espaços de leitura para além da sala de aula e para além dos livros didáticos, trazendo para a realidade dos alunos diferentes atividades que proporcionem a compreensão e a capacidade de produção dos gêneros textuais como, narrativas, poemas, bilhetes, contos, crônicas e etc.

Ele também atende as reivindicações dos alunos da Escola Edvaldo Brandão que reclamam a ausência de espaços pedagógicos que possam contribuir com o processo de ensino aprendizagem já que a biblioteca é o único espaço pedagógico que a escola possui. A biblioteca oferece um espaço físico apropriado e um acervo literário bastante variado, que favorece a realização das atividades apresentadas no projeto, bem como dois computadores que auxiliam nas tarefas de pesquisa.

A manutenção da lotação da professora do 1º turno, para dar continuidade às atividades de motivação de leitura, é necessária embora não garanta o pleno atendimento aos alunos diante da ausência de profissionais que desejem atuar neste espaço pedagógico por causa das limitações impostas aos professores que se dispõem a fazer este trabalho em prol do desenvolvimento e motivação dos educandos quanto ao processo da leitura, da prática da escrita espontânea/criativa e da pesquisa.

O Projeto “Biblioteca: uma viagem ao mundo mágico das palavras” tem como objetivo estimular a leitura, promover atividades que despertem o desejo de ler e levem a descoberta do prazer que pode ser proporcionado pela leitura e pelo fazer de uma pesquisa bem feita.               





3. OBJETIVOS:



3.1. OBJETIVO GERAL:

- Formação de leitores e produtores competentes de textos de diferentes gêneros inerentes à competência comunicativa veiculada pela modalidade escrita da língua.





3.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

- Orientar os alunos na seleção e manuseio dos livros segundo seu interesse e necessidade.

- Favorecer a apropriação da leitura do texto literário como momento prazeroso de entretenimento que pode envolver a interação com outras linguagens, tais como: musical, visual e corporal.

- Incentivar a leitura e a escrita de gêneros textuais diversificados como, por exemplo: poema, conto, romance, crônica, exposição, bilhete, noticia etc.

- Estimular o pensamento crítico por meio da interação entre leitor e texto.

- Criar situações em que o aluno tenha oportunidades de refletir sobre os textos que lê, escreve, ouve e fala.

- Utilizar a linguagem escrita, quando for necessário, como apoio para registro, documentação e análise de dados pesquisados.

- Elaborar atividades de intervenção para atuar entre conteúdos de diferentes disciplinas.    







4. METODOLOGIA

Para atender de forma satisfatória a toda comunidade escolar, o atendimento da biblioteca se realizará de duas formas:

- Aos alunos que procuram espontaneamente a biblioteca para pesquisar ou para ler obras de seu interesse. Para esse público o atendimento deve ser apenas de orientação e acompanhamento, pois são alunos que já possuem um comportamento leitor.

 - Aos alunos que ainda precisam ser conquistados, o trabalho será primeiramente, incentivar e motivar para que participem das atividades realizadas pela biblioteca. As atividades voltadas para esse púbico devem ser significativas, ou seja, precisam revelar alguma funcionalidade social como apreender a escrever um bilhete, uma carta, um poema, interagir em mídias tecnológicas (blogs, facebook, grupos criados no what’s app e similares) utilizando sempre a modalidade escrita da língua.

Esse contato com a leitura e a escrita atende o objetivo de formar um público leitor proficiente.

Abaixo veja detalhadamente cada tipo de atividade que se pretende realizar na biblioteca “Professora Maria do Espírito Santo” no ano letivo de 2016:



4.1. Apresentação das ações e informes da biblioteca

Deve ser realizada primeiramente no início do ano letivo, com a condução dos alunos novos à biblioteca para conhecer o espaço, o acervo bibliográfico, as atividades programadas, os horários de funcionamento, as regras de utilização e a pessoa responsável pelo espaço.

Outras ações dessa atividade podem ser feitas na própria sala de aula, com palestras informativas sobre as regras de funcionamento do espaço, cadastramento, convites para a participação em oficinas, informações sobre eventos de leitura e escrita e demais atividades que possam ser introduzidas neste tópico.



  Ações ou Projetos

a)    A biblioteca vai à sala de aula: Informes sobre eventos de leitura, escrita, oficinas e outros de interesses relacionados ao trabalho da biblioteca escolar.



b) Palestras: Organizada pelos professores da biblioteca para orientar os alunos de cada turno sobre o regimento da biblioteca quanto ao uso do espaço, do acervo e das regras relativas ao espaço da biblioteca, bem como de sua organização interna. As palestras podem ser dadas em sala de aula durante os horários de ausência de professores.



4.2. Ações de motivação de leitura livre, pesquisa e raciocínio lógico

Ações ou Projetos

Promoção de rodas de leitura com gêneros pré-definidos, contação de histórias, painel de exposição para as novidades (do acervo novo) e criação de um espaço para a valorização da produção discente (textos autorais – poemas, contos, dissertações, resultado de pesquisas, fotos de apresentações de trabalho apresentados em classe e resultado da produção das oficinas feitas pela biblioteca), jogos lúdicos e outras atividades que possam ser criadas para esta finalidade.



a)    Rodas de leitura: Devem ser feitas em cada turno, com o público leitor.

A cada bimestre escolher um gênero e iniciar as atividades a partir dessa atividade com textos de diferentes gêneros curtos, tais como: poema, conto, crônica, carta, diário    , biografia.

Os procedimentos metodológicos das rodas de leitura, após a escolha do material lido são:

- marcar os encontros na biblioteca;

- promover discussões sobre o material lido;

- podem ser apresentadas em eventos maiores, tais como: saraus e encontros literários.

Observação: As rodas de leitura podem ser feitas com o público discente e com os demais segmentos representativos da escola.



b) Corredor de trabalhos: Coleção de trabalhos feitos em classe, nas diversas disciplinas, selecionados previamente para uma exposição no corredor da escola em data predefinida (escolhida de acordo com o calendário escolar).



c) Contação de histórias: Atividade realizada dentro ou fora do espaço da sala de leitura em cada turno. Pensada, a princípio, para ser desenvolvida dentro do espaço da sala de leitura, para depois começar a fazê-la com um público aberto, nas áreas externas da escola, como por exemplo: o pátio coberto e debaixo das árvores. As histórias podem ser contadas de maneira mais espontânea (hora da história) ou ainda ser lida (hora do conto) para os alunos que estão sem aulas no momento ou com turma agendada pelos demais professores.



d) Display de novidades: Criação de um painel para o destaque mensal de algum exemplar do acervo. O exemplar escolhido deve ficar exposto durante um mês e deverá ter o prazo de empréstimo ajustado para dois ou três dias apenas. Os procedimentos metodológicos para a realização desta atividade são:

- Providenciar o quadro de cortiça (ou outro material) para a montagem do painel;

- Comprar material: tachinhas coloridas;

- Preparar os letreiros com a inscrição “DISPLAY DE NOVIDADES” e “LIVRO DO MÊS”;

- O livro deve ser lido e resenhado pelo professor da biblioteca (ver cronograma) e a resenha deve ser impressa ou escrita em uma página para ser exposta no painel;

- Fotocopiar a capa do livro para a divulgação no painel ao lado da resenha;

- Preparar uma ficha para cada livro para registrar os empréstimos deste exemplar durante o mês de destaque;

- Disponibilizar o exemplar para os empréstimos com dias reduzidos.



4.3. Oficinas de Produção Textual

Programadas para desenvolver o gosto pela criação de textos de diversos gêneros necessários ao conhecimento do público discente. A previsão para este ano é a repetição do projeto “Ler gibi é legal!”, que conta com uma oficina de HQs, a repetição da oficina de poemas livres, a criação de uma oficina de teatro de fantoches (para a criação de um grupo teatral da escola) e oficina de contos baseados em literatura paraense (parte integrante do Projeto Civismo da escola EBJ), além de oficinas de textos dissertativos/argumentativos para o turno da noite, se for possível atender este ano sem a presença de um professor responsável pelo espaço no referido turno.

O projeto prevê novamente a compilação dos textos finais para organizar em formato de livro, caso haja interesse por parte da direção da escola (via Conselho Escolar), do SIEBE e/ou da USE na ajuda quanto aos recursos materiais e financeiros para uma publicação final com o intuito de valorizar a produção discente. Assim que essa compilação for possível, deve-se preparar o material com as produções mais relevantes dos anos anteriores (textos e fotos).



Ações ou Projetos

a) Projeto “Ler Gibi é Legal!” – Projeto da biblioteca que deverá ser realizado no 1º e no 2º turnos, tem como objetivo promover a leitura e a produção de histórias em quadrinhos.

Os processos metodológicos deste projeto são: campanha de doação de revistas, oficina de quadrinhos e apresentação de resultados (exposição).

- Iniciar campanha de doação de gibis desde o início do ano letivo (cartaz e avisos na comunidade escolar);

- Ministrar oficina de produção de HQs na biblioteca ou em sala de aula;

- Certificar os participantes da oficina caso seja ministrado na biblioteca;

- Apresentar os resultados em eventos da escola ou na própria biblioteca sob forma de exposição.



b)    Oficinas de poemas – Ação da biblioteca que visa desenvolver o gosto pela criação de texto poético no público discente. Toda a produção destas oficinas deverá ser baseada na temática do projeto civismo, voltada para a preparação do aniversário de 400 anos de Belém, que será no ano de 2016. Neste ano de 2015 as oficinas de poemas podem se dar sob a forma de poemas livres ou literatura de cordel e serão desenvolvidas com a seguinte metodologia:

- Confecção de cartaz de divulgação e convites em classe;

- Abertura de inscrições, 15 vagas;

- Realização da oficina em 4 dias;

- Exposição da produção em evento da escola;

- Certificação dos alunos participantes.



c)     Oficina de contos – Ação da biblioteca que visa desenvolver no público discente o gosto pela leitura e criação (ou reconto) de histórias baseadas em temáticas desenvolvidas no planejamento da escola. Os procedimentos metodológicos desta oficina de contos são:

- Confecção de cartaz de divulgação e convites em classe;

- Abertura de inscrições, 15 vagas;

- Realização da oficina em 3 dias;

- Exposição da produção na própria biblioteca

- Certificação dos alunos participantes.



d)    Oficina de textos dissertativos – Trabalho integrado entre a biblioteca e a sala de aula, proporcionando um reforço na produção textual de dissertações para os alunos do 3º turno, caso seja possível atendê-los.



Após o aluno ter feito a produção sugerida nas oficinas os textos deverão ser corrigidos e revisados para verificar se não há nenhum problema de ortografia, acentuação ou pontuação e depois serão selecionados para exposições e/ou possível confecção de uma coletânea em formato de livro.



4.4. Luz, câmera, ação

Atividades de exibição de filmes e vídeos selecionados previamente com objetivos específicos, relacionados aos projetos e temáticas desenvolvidas pela escola neste ano letivo. Nesse item, pretende-se trabalhar a reprodução de filmes de curta e longa-metragens, bem como de obras cinematográficas de animação vinculadas à vários temas.



Ações ou Projetos             

a)    Curta os curtas – atividade que prevê exibição de pequenos vídeos nas semanas em que se desenvolvem atividades relacionadas às temáticas trabalhadas pela coordenação pedagógica e pelos demais professores em classe. Os vídeos exibidos podem ser enriquecidos com discussões a respeito do tema trabalhado.



b)    Projeto Cinema na biblioteca – O projeto prevê a exibição de longa-metragem na biblioteca com objetivos definidos, mas sem a necessidade de discussões a respeito da temática trabalhada. A tática utilizada aqui é a do “filme pelo filme”. Abaixo, temos a relação de filmes que podem ser exibidos este ano aos alunos e o momento em que cada um deve ser utilizado na escola.

·        Educação – filme previsto para agosto, no dia do estudante, podendo ser utilizado também, na íntegra ou parte dele na escola de pais;

·         Escritores da liberdade – filme previsto para agosto, no dia do estudante (6ª e 7º)

·         Coraline mundo secreto – filme previsto para o Projeto Halloween (6ª e 7º)

·         O Fantasma da Ópera – filme previsto para o Halloween (8º e 9º)

·         Orgulho e preconceito – filme previsto para os alunos de 6º ao 9ª ano (adaptação de obra de Jane Austin)

·         Razão e Sensibilidade – filme previsto para os alunos de 6º ao 9º ano (adaptação de obra de Jane Austin)

·         Diário de um Banana – filme previsto para os alunos de 6º e 7º ano (baseado na série de livros)

·         Diário de um Banana 2 – filme previsto para os alunos de 6º e 7º ano  (baseado na série de livros)

·         A culpa é das estrelas – filme previsto para os alunos de 8º e 9º ano  (baseado no romance best seller)

·         Um sonho possível – filme previsto para ser exibido em novembro (dia da consciência negra);

·         O natal de Franklin – filme previsto para o período natalino;

·         Outros – a serem inseridos conforme as necessidades da escola.





4.5. Outras atividades complementares e ocasionais

Atividades e ou eventos criados pela biblioteca escolar ocasionalmente para suprir as necessidades imediatas da escola, podendo estar inter-relacionados a outras atividades já desenvolvidas no espaço. Algumas sugestões são: um evento lítero-musical e um sarau cultural. Nesse tópico, também está prevista a participação em formações para professores motivadores de leitura em eventos organizados pelo SIEBE/USE/SEDUC entre outros, que poderão surgir da necessidade de adaptação ao trabalho conjunto entre os professores de sala de aula e os professores responsáveis pela biblioteca.





5. Materiais necessários

- 1 resma de papel A4

- 12 canetas – 6 pretas e 6 azuis

- 1 caderno para registro de frequência

- 1 caderno para registro de ocorrências

- 1 caderno para o registro das impressões de leitura

- 1litro de cola branca

- 2 tubos de cola brilho na cor prata

- 1 litro de cola para isopor

- pigmentos líquidos nas cores básicas: azul, vermelho e amarelo + preto

- 1 caixa de alfinetes de mapa (com cabeça colorida)

- 1 tinta para carimbo

- 2 caixas de clips para papel nº 3 e 1/0

- 1 fita adesiva larga e transparente

- 1 caixa de grampos para o grampeador de papel

- 2 pacotes de alfinetes de cabeça para fixar fotos e textos no painel

- 12 folhas de papel 40kg (uma para cada mês do ano)

- 10 folhas de papel cartão de cores diversas (para decoração do espaço)

- papel carmim nas cores: verde escuro, rosa, vermelho, laranja, amarelo, azul claro, lilás, azul escuro (para as etiquetas dos livros) – 1 folha de cada cor

- cotas de xérox para os materiais apostilados das oficinas e documentos da biblioteca



6. Metas

- aumento do número de empréstimos para 500 exemplares ao ano

- aumento do número de leitores cadastrados para 100 durante o ano (através da divulgação do acervo e constantes convites para que os alunos, professores e servidores em geral participem ativamente e espontaneamente das atividades da biblioteca).

- aumento da utilização da biblioteca pelos professores, ao menos 10 no 1º turno (através de convites para atividades em conjunto e constante interação entre os mesmos e a mediadora de leitura lotada no espaço, a fim de motivar o professor a conhecer o trabalho desenvolvido e participar dele).

- aumento do número de leitores no atendimento diário no espaço, para aproximadamente 50 alunos ao dia (com a divulgação do acervo e lançamento de ações motivadoras como o fórum de leitura – on line no blog ou em versão off line no caderno -, o caderno de impressões de leitura, o painel de fotos com as atividades desenvolvidas, a caixa de sugestões e críticas e outras).

- aumento do interesse pela produção escrita espontânea, personalizada e criativa, para o número de 50 alunos inscritos nas oficinas e participação nos fóruns.

- melhoria na qualidade da pesquisa e produção escrita de modo geral (através das informações sobre eventos de leitura e escrita, aplicação de oficinas de textos).

- melhoria na qualidade das apresentações orais (através das atividades de contação de histórias, representações teatrais e dicas da biblioteca), pretende-se recrutar um grupo de 5 alunos para esta tarefa.

- valorização da produção discente (através do corredor de trabalhos, exposições com resultados de oficinas, painel de fotografias, premiações por participações etc.), de alunos de todas as 8 turmas matriculadas em cada turno.

- melhoria nas atividades de leitura que exijam reflexão aprofundada (através de exibições de filmes/vídeos e atividades de leitura de textos que suscitem debates sobre os temas trabalhados nos bimestres letivos, bem como da organização lógica de dados de pesquisas sugeridas pelos professores).

* Todas as metas descritas acima tem como parâmetro para o aumento, a quantificação descrita no Relatório Final do ano de 2015.



7. Resultados esperados:

- Melhoria na participação dos Fóruns de leitura, com a participação de alunos de todas as turmas;

- Melhoria na qualidade da pesquisa estudantil e na produção oral das atividades de classe;

- Participação de uma grande parte dos estudantes na contribuição da caixa de sugestões e críticas;

- Participação de alunos de todas as turmas na escrituração do caderno de impressões de leitura;

- Participação em massa de todas as turmas na participação das Olimpíadas de Língua Portuguesa;

- Melhoria na qualidade das apresentações orais (através das atividades de contação de histórias, representações teatrais e dicas da biblioteca), pretende-se recrutar um grupo de 5 a 10 alunos, de turmas variadas para esta tarefa e, quem sabe, montar um grupo de teatro e contadores de histórias na escola;

- Realização de ao menos 4 oficinas este ano e contemplar aproximadamente as duas turmas de 6º ano e 30 alunos de turmas diversas e fazer exposições com a produção obtida;

- Realizar debates sobre as temáticas dos filmes e/ou vídeos exibidos na ação “Luz, câmera, ação!”;

- Que professores e alunos da escola valorizem mais o espaço da biblioteca e participem mais ativamente deste espaço que deve ser mais interativo



8. Avaliação

Os processos de avaliação das atividades feitas a partir do Plano de Ação, para verificar a efetivação ou não das metas pretendidas, serão realizadas através de:

- Contagem dos exemplares utilizados durante o atendimento diário;

- Contagem do registro de estudantes, servidores e visitantes ao espaço;

- Avaliação dos textos produzidos nas oficinas (feita pela professora da biblioteca e professor da classe atendida quando for o caso);

- Observação das reações e intervenções dos alunos quanto aos temas trabalhados através da reprodução de vídeos (filmes ou curtas);

- Contagem do número de obras emprestadas;

- Verificação do interesse por obras sugeridas no display de novidades;

- Verificação do interesse dos alunos em participarem do corredor de trabalhos, fóruns de leitura, oficinas bem como das demais atividades de motivação da leitura e produção textual.





CONSIDERAÇÕES FINAIS

O que se pretende com o projeto da “Biblioteca: Uma viagem ao mundo mágico das O que se pretende com o projeto da “Biblioteca: Uma viagem ao mundo mágico das palavras”, versão 2016 é mostrar que a leitura é um importante instrumento para formar cidadãos críticos que sejam capazes de interagir de modo eficiente por meio da linguagem oral e escrita. Dessa forma, a leitura passará a ser vista como imprescindível ao processo contínuo de ensino e aprendizagem já que ela leva o aluno a pressupor, a avaliar e a questionar o que lê.

Deve-se, portanto, colocar os alunos em contato com textos que estejam próximos à realidade deles para que sejam capazes de levantar, a partir da leitura, questões significativas que possam ser trabalhadas pedagogicamente em prol da formação da cidadania e interesses coletivos.





CRONOGRAMA



ÍTEM
PERÍODO
ATIVIDADES
RESPONSÁVEIS
MATERIAIS
01
MARÇO
- Finalização do Relatório Final de 2016.
- Retorno do recesso, limpeza, arrumação e decoração do espaço para a reabertura do ano letivo 2016.
Profª Rosália e funcionários responsáveis pelos serviços gerais da escola
- objetos de decoração materiais de limpeza e ferramentas necessárias à reestruturação das estantes no espaço.
02
ABRIL
- Continuação da divulgação da Campanha de doação de gibis
- Lançamento do Fórum de leitura de recepção (temática: Páscoa)
- Início da organização do Projeto Ler Gibi é Legal! Junto aos professores (culminância a ser marcada posteriormente)
- Lançamento do Fórum de leitura do 1º bimestre letivo
- Lançamento do 1º display de novidades do ano letivo
Profª Rosália e professores de Língua Portuguesa e Artes (se houver interesse)
- Banner do projeto ler gibi é legal!
- Livros novos do acervo
- Exemplar do Fórum destacado
- Computador e internet
03
MAIO
- Cinema na biblioteca (Longa metragem – a escolher)
- Atualização do Display de Novidades do ano letivo
Profª Rosália
- DVD ou vídeo
- Computador e internet
- Livros novos do acervo
04
JUNHO
- Projeto Viva São João com atividades variadas do Projeto
- Atualização do Display de Novidades do ano letivo
- Cinema na biblioteca (apresentação de curtas-metragens)
- Oficina de produção textual (Oficina Literária)
- Entrega de brindes pela participação no fórum 1º bim.
- Lançamento do Fórum de leitura do 2º bimestre letivo
Profª Rosália, direção, coordenação, professores, alunos e convidados
- Materiais para a decoração, jogos, materiais para as apresentações
- DVD ou vídeos baixados da internet
- Livros do acervo (novos e antigos)
- Papéis usados
- Computador e internet

05
AGOSTO
- Oficina de papel reciclado (aniversário de Belém e da escola – cuidado com o meio ambiente)
- Atualização do Display de Novidades do ano letivo
- Cinema na Biblioteca – exibição de curtas e longas-metragens
Profª Rosália
e demais professores por ocasião do aniversário da escola e dia do estudante
- Papel A4
- Folderes (xerox)
- Cola brilho-cor prata
- Pigmento xadrez
- DVDs e vídeos baixados da internet
06
SETEMBRO
- Oficina de teatro de fantoches com obras e temas da literatura paraense com a temática ambiental – Projeto Cidadania e responsabilidade social com foco nas eleições
- Atualização do Display de Novidades
- Entrega de brindes pela participação no Fórum de Leitura 2º bim
Profª Rosália, coordenação, professores e alunos
- TNT preto
- Livros novos e antigos do acervo
- Computador
07
OUTUBRO
- Projeto de Halloween; versão Halloween Amazônico:
- Lançamento do Fórum de leitura do 3º bimestre letivo
- Contação de histórias,
Concursos de produção de textos sobre o imaginário popular paraense,
- Roda de leitura,
- Corredor de trabalhos, etc
- Atualização do Display de Novidades
Profª Rosália, professores e alunos
Convidados (se possível)
- Computador e internet
- Elementos de decoração feitos ou trazidos por alunos e professores
- Livros do acervo da escola e do acervo pessoal
08
NOVEMBRO
- Projeto Consciência Negra (da escola)
- Oficina de poema, Oficina de dissertação EM
- Cinema na biblioteca (apresentação de filmes – curtas ou longas-metragens, conforme o tempo disponível)
- Atualização do Display de Novidades
- Entrega de brindes pela participação no Fórum de Leitura 3º bim.
Profª Rosália, coordenação, professores e alunos
- Brindes
- DVDs e/ou vídeos baixados da internet
- Papel A4
- Livros novos e antigos do acervo

09
DEZEMBRO
- Lançamento do Fórum de leitura do 4º bimestre letivo
- Participação no projeto da escola “Auto de Natal” com apresentação de produção feita na biblioteca
- Cinema na Biblioteca
- Atualização do Display de Novidades
- Premiação do Leitor do ano 2016
Profª Rosália
Coordenação, professores e alunos
- Computador e internet
-  DVDs e vídeos
- Livros novos e antigos do acervo
- Materiais para decoração de natal
- Brinde
10
JANEIRO
- Oficina de Histórias em Quadrinhos
- Atualização do Display de Novidades
Profª Rosália
Professores de Língua Portuguesa e Artes
- Papel A4, lápis preto e lápis de cor, régua
- xerox para apostilas
- Vídeos
11
FEVEREIRO
- Produção de um projeto de carnaval com ênfase em ações do Projeto Anual
- Atendimento normal com cancelamento do processo de empréstimos e restituição dos exemplares emprestados ao acervo
- Atualização do Display de Novidades
Profª Rosália e alunos
- Materiais de decoração carnavalesca para alegrar o ambiente no final do ano letivo.







REFERÊNCIAS



BIBLIOGRÁFICAS

NOVA ESCOLA. Como trabalhar com gêneros (matéria de capa). São Paulo: Abril Cultural agosto de 2009. Pags. 48-57



BRASIL/MEC. Parâmetros curriculares nacionais de língua portuguesa- terceiro e quarto ciclo, Brasília, MEC\SEF, 1998.



ELETRÔNICAS

BLOG LETRAS (Rosângela J). Classificados Poéticos. Disponível em: http://rosangelaprofessora.blogspot.com.br/2008/07/cclassificados-poticos-roseana-murray.html. Acessado em: 20/10/2012.



CLASSIFICADOS.  Classificados Poéticos (inspirados na obra de Roseana Murray). Disponível em: http://classificados.tumblr.com/. Acessado em 20/10/2012.



PEREGRINA CULTURAL’S WEBLOG. Compro um barco cheio de vento. Disponível em: http://peregrinacultural.wordpress.com/2008/11/09/compro-um-barco-cheio-de-vento-poesia-para-criancas-roseana-murray/. Acessado em: 20/10/2012.



POEMBLOG. Poema tirado de uma notícia de jornal. Disponível em: http://leaoramos.blogspot. com.br/2008/07/joo-gostoso-bebeu-cantou-e-danou-antes.html. Acessado em: 20/10/2012.



WEB ARTIGOS. A contação de histórias na educação infantil como processo de formação de leitores. Disponível em: <<http://www.webartigos.com/artigos/a-contacao-de-historias-na-educacao-infantil-como-processo-de-formacao-de-leitores/31667/#ixzz2BbKMNMQY

2 comentários:

  1. eu peguei dois livro da biblioteca e gostei os nomes deles fabulas do esopo a historia que eu mais gostei foi a raposa e as uvas e o outro livro foi outras navas historias antigas as historia que eu mais gostei foi a arvore dos desejos

    ResponderExcluir
  2. Bom Eu Gosto Muito Da Biblioteca, (Acho Então Que Foi Por Isso Ganhei Por Duas Vezes Consecutivas Como Leitor Do Ano.)
    Gosto Muito Dos Livros, Principalmente ��"Operação Buraco De Minhoca"��.

    ResponderExcluir